Como aumentar a segurança do idoso contra riscos de queda em casa

Com o avançar da idade, é natural que, o corpo e o cérebro passam por muitas alterações, é comum que haja a diminuição da visão, da audição, instabilidade postural e agilidade do indivíduo. Apesar do envelhecimento humano ser um processo gradual, irreversível e incontrolável de declínio das funções fisiológicas, ele não resulta, necessariamente, em incapacidade, mas à medida que o indivíduo envelhece, as chances de sofrer lesões provocadas por acidentes aumentam.

As quedas são um importante fator causal para a dependência dos idosos, pois, estão relacionadas a um índice elevado de incapacidade e de mortalidade.

O que muitas pessoas desconhecem é o fato de que a casa, lugar que até então era a representação de conforto e segurança, caso não acompanhe as mudanças do processo de envelhecimento, se torne uma zona perigosa para o idoso. Entenda o porquê:

Segundo uma pesquisa realizada e divulgada como infográfico pelo geriatra Dr. Alberto Macedo Soares em parceria com a UZKM comunicação e o Lab 2, 30% dos idosos sofrem pelo menos uma queda por ano e dessas quedas, 70% ocorrem em casa. Sabendo disso, o cuidado com a saúde e bem-estar do idoso deve ser priorizada em casa, adaptando o local as necessidades dele.

As quedas possuem muitas consequências físicas e psicológicas para o idoso. É comum em quedas a fratura do fêmur ou quadril e que haja traumas no crânio, que irão diminuir a capacidade do idoso de se movimentar e realizar as suas atividades diárias, diminuindo a sua qualidade de vida, tornando o número de internações em hospitais ou instituições de longa permanência subir. A insegurança causada pela situação, também pode tornar o idoso mais depressivo, ansioso e constantemente preocupado com o medo de novas quedas.

zT88djxNfHP75f_alek2SLfGoXt2XbWKifIQnhHF

Continue a leitura e acompanhe as dicas de como tornar os principais cômodos da casa mais seguros para as pessoas nesta faixa etária.

Quarto

- Cama: Dê preferência para camas que possuam a sua estrutura mais alta e com colchões mais duros. A altura adequada quando o idoso está sentado na beira da cama e consegue colocar facilmente os dois pés no chão, variando entre 45 e 50cm. Se possível, instalar barra de apoio próxima à cama para auxiliar. Assim fica mais fácil para o idoso se deitar e levantar sem auxílio de terceiros por ter mais apoio.

- Interruptores de fácil acesso: opte por reavaliar a localização dos interruptores ou use abajures para que o idoso ao se levantar a noite não tenha que andar no escuro. Outra opção é o uso de sensores para ativação da luz.

- O caminho entre o quarto e o banheiro deve ser sempre iluminado e livre de objetos ou tapetes.

Ambientes, Moveis e Objetos

- As cadeiras, poltronas ou sofás devem ter assento a cerca de 50cm de altura e

Braços, facilitando o sentar e o levantar.

- Tapetes:  Tapetes devem ser fixados ou retirados.

- Utilize armários baixos e deixe os pertences mais utilizados na superfície a altura das mãos, evitando o uso de bancos ou escadas para alcançar os objetos.

-Fios e extensões elétricas devem estar fixados ao longo das paredes, liberando as passagens.

- Deixar os ambientes com menos móveis e objetos que possam se tornar obstáculos ao idoso.

- Escadas também devem ser bem iluminadas e livres de objetos, com corrimão em ambos os lados e degraus com tiras antiderrapantes.

-  Luz e apoio: coloque barras de apoio para que o idoso tenha onde segurar ao caminhar pela casa. Outro ponto importante é a iluminação, pois locais escuros podem ter objetos que levem a queda do idoso.

- Pia da cozinha: uma fita antiderrapante colocada em frente da pia, evita escorregar com água, óleo, etc;

- Pisos não devem ser encerados com produtos escorregadios.

Banheiro

- Vaso sanitário: aumente a altura do vaso com elevadores de assento e instale barras de apoio laterais e paralelas para que seja mais fácil se sentar e levantar.

- Tapetes: use tapetes emborrachados e antiderrapantes e barra de apoio na parede do chuveiro para dar mais segurança no momento do banho

- Assento fixo ou uma cadeira de plástico firme e resistente dentro do chuveiro são cuidados importantes

- Box: substitua o box de vidro por cortinas, é uma medida eficaz para evitar consequências graves em caso de queda;

Para finalizar, vamos falar sobre os grandes vilões que estão presentes em todos os lares e são um perigo para os idosos.

- Animais: apesar de muito afetuosos, os animais podem andar ao redor do idoso, muitas vezes não aparecendo em seu campo de visão e inevitavelmente, causar uma possível queda.

- Irregularidades: pisos com tapetes e desníveis podem fazer o indivíduo tropeçar devido a mudança repentina de altura e se tornar pequenos obstáculos.

- Sapatos: solados lisos ou muito altos, causam instabilidade, além de serem escorregadios, trazendo desequilíbrio ao idoso.

Agora que você sabe os perigos que se escondem dentro de casa, os reparos podem ser realizados para que o lar volte a ser seguro para os idosos. Veja mais sobre maneiras de deixar a sua casa confortável e conheça produtos que podem auxiliar no dia a dia do idoso visitando a loja Sênior Showroom.

Postado em