Como a Tecnologia Assistiva pode contribuir para o bem-estar do idoso

Com o passar dos anos, atividades e tarefas do cotidiano que antes eram realizadas de forma simples, tais como comer, escovar os dentes, andar, escrever, calçar um sapato ou se vestir sozinho, passam a apresentar barreiras na sua execução. Essas atividades que nem eram pensadas quando realizadas passam a ser desafiadoras e limitantes para idosos, podendo causar a dependência e ter impacto na sua qualidade de vida e saúde.

Para que os nossos idosos continuem independentes ainda que tenham limitações, podemos utilizar os recursos da tecnologia assistiva, a qual se refere a dispositivos de auxílio que diminuem o impacto da disfunção física. O uso desses produtos renova a autoestima e confiança desse público para realizarem os seus afazeres.

Mas afinal, o que é tecnologia assistiva? Continue a leitura e descubra!

O que é tecnologia assistiva?

A tecnologia assistiva é toda a adaptação feita para melhorar o desempenho funcional de pessoas que possuem alguma incapacidade ou deficiência e consequentemente promover vida independente e inclusão. O que faz o objeto ser considerado como tecnologia assistiva é a melhora que ele proporciona para um usuário específico. Assim, um mesmo objeto pode ser considerado tecnologia assistiva em uma situação e não ser em outra.

Segundo o Decreto N° 3.298, de 20 de dezembro de 1999, tecnologia assistiva é chamada ajuda técnica, conforme o Art. 19. São consideradas ajudas técnicas, os elementos que compensam uma ou mais limitações motoras, sensoriais ou mentais de pessoas portadoras de deficiência, visando auxiliá-las a superar barreiras de comunicação e mobilidade para possibilitar a sua plena inclusão social.

Ela pode ser definida de duas formas: tecnologia assistiva de recursos e de serviços. Sendo que:

Os recursos são todo e qualquer item, como produto ou sistema, fabricado em série ou sob medida que possa aumentar, manter ou melhoras as capacidades funcionais de pessoas que apresentam deficiência. Podendo variar de uma simples bengala até um sistema complexo e totalmente computadorizado. Neles estão incluídos os brinquedos, roupas adaptadas, equipamentos de comunicação, chaves especiais, materiais de auxílio visual, e outros milhares de itens que são confeccionados para tais fins.

Já os serviços são aqueles prestados de forma profissional e formal às pessoas com deficiência, usando um instrumento provindo da tecnologia assistida. Tais serviços são geralmente transdisciplinares e envolvem os mais diversos tipos de profissionais de inúmeras áreas, como a fisioterapia, a terapia ocupacional, educação, fonoaudiologia, psicologia, enfermagem, arquitetura, etc.

Quem pode se beneficiar da tecnologia assistiva?

Todas as pessoas que possuem alguma limitação podem se beneficiar do uso de tecnologias assistivas. O uso dessas adaptações, ajuda a melhorar o desempenho das tarefas cotidianas, promove a independência e oferece qualidade de vida, principalmente, aos idosos com dificuldades.

Essas estratégias e recursos abrangem tarefas como mobilidade, comunicação, higiene pessoal, preparo de alimentos, atividades de lazer e de trabalho. Pequenas mudanças podem ter impacto positivo na qualidade de vida do idoso.

Exemplos de ajudas técnicas para a pessoa idosa:

mfqWnENd8Wfg1uaUEy_2MHSxKSf5n6kvE5mW-NWt


 

2HT9W2RuMsPz7DIlZByfISWEb6UWZ82RJmu-poqA


 

NPe8dLXckT1REWnG1omaNpFTODUSJmrzc3saTXx6

 

9gmViBe0WDhwyZ4nG59aPcuFtiujO9zHEqvd41CS

Conhece algum idoso que estes produtos possam ajudá-lo em suas limitações?

Visite a Loja Sênior Showroom.

 
Postado em